Fisioterapia Na Promoção Da Saúde Do Paciente FibromiÁlgico; Um Estudo De Caso.

Cheila Fabiana Meinertz, Verônica Bidinotto Brito, Vanderlei Folmer

Resumo


Introdução: A fibromialgia é uma síndrome reumática caracterizada pela presença de dor músculo-esquelética difusa e crônica bem como pontos dolorosos em locais específicos do corpo. Possui etiologia desconhecida e com diversos sintomas frequentemente associados tais como a fadiga, ansiedade, estresse, depressão, rigidez matinal, distúrbios do sono e níveis anormais de serotonina, noradrenalina e substância P, dentre outros. Devido ao caráter crônico da dor, o paciente fibromiálgico apresenta frequentemente limitações em sua capacidade funcional, o que interfere diretamente em sua saúde e qualidade de vida. Material e Métodos: Apesar do avanço ocorrido nas últimas décadas, a fibromialgia ainda constitui-se em desafio clínico devido à dificuldade de diagnóstico e estratégias terapêuticas eficazes. Portanto, a relevância do tema aliado à necessidade de melhor compreensão da síndrome, motivou a realização dessa pesquisa. Para tal foram feitas revisões bibliográficas sobre o tema nos bancos de dados do Scielo e Scholar Google como forma de buscar maiores esclarecimentos quanto aos tratamentos já propostos em trabalhos anteriores. A elaboração de uma um ficha de avaliação apropriada deu-se de forma a levar em consideração todos os aspectos fisiopatológicos da síndrome. E por último, a realização do tratamento da síndrome utilizando de técnicas fisioterapêuticas com o objetivo de aliviar a dor e dessa forma aumentar qualidade de vida, para isso fez-se uso das modalidades terapêuticas de interferencial, sendo seu uso de 15 minutos para região torácica e 15 minutos para região lombar, fonoforese aplicada com diclofenaco sódico por 2 minutos em cada ponto de dor e massoterapia. Foram realizadas um total de 14 sessões sendo essas três vezes por semana tendo uma hora de duração para cada encontro. Resultados e Discussão: As duas primeiras etapas desse projeto tem por objetivo maior a pesquisa e a extensão, cumprindo com o papel fundamental do estudante dentro da universidade referente ao preceito irrevogável quanto a necessidade do desenvolvimento de atividades que integralizem o estudante junto a sociedade e dessa forma promover a formação técnica e cidadã do estudante. A terceira etapa é de extrema importância uma vez que visa estabelecer um tratamento dito adequado segundo a literatura com a finalidade de melhorar a qualidade de vida da paciente bem como estabelecer um roteiro de tratamento para a fibromialgia que sirva como referência a outros fisioterapeutas. Para tal a aplicação dos recursos fisioterapêuticos escolhidos resultaram numa menor percepção da dor em digitopressão nos pontos de dor que, no uso da escala analógica da dor, constatou-se uma diminuição de pelo menos 3 pontos e aumento na qualidade de vida avaliada pelo questionário WHOQOL abreviado. Conclusões: A fibromialgia é uma síndrome crônica de difícil manejo e vem sendo considerada um desafio para a medicina. Por afetar seriamente o desempenho mecano-funcional dos pacientes, existe uma grande necessidade de que uma abordagem fisioterapêutica seja feita precocemente de forma eficaz e eficiente. Para tanto, esse trabalho cumpriu com os objetivos predeterminados de diminuição da dor e aumento na qualidade de vida da paciente uma vez que teve impacto positivo podendo contribui com as fontes bibliográficas referentes a fibromialgia. Orgão de Fomento: CNPQ

Palavras-chave


fibromialgia, fisioterapia, diagnóstico, sintomatologia, tratamento

Apontamentos

  • Não há apontamentos.