O GÊNERO NOTÍCIA EM SALA DE AULA E O TEMA DO PRECONCEITO RACIAL

Priscilla Bendersky Gomes, Ida Maria Morales Marins

Resumo


Muito se discute sobre a importância do trabalho com temas transversais na educação. Os PCN (1998) para o ensino da Língua Portuguesa indicam essa necessidade por levantarem, em um dos seus objetivos, a preocupação com a formação cidadã e crítica dos indivíduos, e os temas transversais são favorecedores dessa formação. Agregando essa indicação ao trabalho com o ensino/ aprendizagem da língua portuguesa na educação básica - tida hoje como uma das grandes preocupações em relação aos déficits em leitura, interpretação e escrita dos estudantes - propusemos o subprojeto: Gênero notícia em sala de aula, articulando-o à temática do preconceito racial. Esse subprojeto, desenvolvido pelo Curso de Letras da Unipampa/campus Jaguarão/RS, é parte de um projeto de extensão guarda-chuva que comporta diferentes subprojetos e tem por objetivo geral desenvolver práticas de intervenção pedagógica com os gêneros textuais e o uso da metodologia das sequências didáticas, aplicadas em escolas da rede pública, no caso, as de Jaguarão/RS. Nesse trabalho, apresentamos a proposta de intervenção levada a cabo com o subprojeto mencionado acima, para uma turma de 7º ano de uma escola pública municipal. A escolha pelo gênero textual notícia vem das indicações da BNCC para o 7º ano. As escolas municipais receberam, no início do ano de 2017, os novos conteúdos a serem desenvolvidos em concordância com a BNCC e, dentre as indicações, tem-se o gênero notícia. Para contemplar o gênero textual, a metodologia das sequências didáticas e uma temática de interesse dos alunos, foi proposto que eles escolhessem um tema, dentre os que a escola tinha como preocupação abordar. O tema escolhido foi sobre o preconceito racial. Definidos o gênero textual, a metodologia de ensino e o tema, partimos para a elaboração de oficinas de intervenção pedagógica com vistas a perceber a eficácia do ensino/aprendizagem da língua portuguesa, valendo-nos da tríade: gênero textual, metodologia das sequências didáticas proposta por Dolz, Noverraz e Schneuwly e um tema específico. As práticas tiveram início em agosto deste ano e seu término está previsto para outubro. Nesse sentido, temos resultados parciais para serem socializados, pois dependemos da finalização do subprojeto para analisarmos os instrumentos de acompanhamento das aprendizagens e tecermos maiores conclusões.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.